Tratamento de canal pode causar câncer e outras doenças?

No início de 2019, a Netflix lançou um documentário que causou polêmica entre dentistas e pacientes do mundo inteiro. “Root Cause” conta a história de um jovem que, após um trauma, realizou um tratamento de canal. Anos depois, o protagonista passa por episódios de crises do pânico, depressão, ansiedade e fadiga crônica. Mesmo depois de tentar diversos tratamentos, incluindo urinoterapia e outros métodos não convencionais, os problemas se agravavam. Porém um dia, através de uma consulta em um dentista holístico, finalmente o protagonista tem um diagnóstico. Segundo o profissional, a causa de todos as doenças psicológicas estava ligada ao tratamento de canal feito.

Embora o documentário não deixe isso claro, a visão exposta no filme é a mesma do diretor australiano, Frazer Bailey. O documentário de 72 minutos afirma que tanto tratamento endodôntico, quanto a realização de um implante dentário, interferem nos meridianos energéticos do corpo, causando doenças que vão desde o câncer, infarto, depressão e outros.

Porém, será que as afirmações do documentário têm mesmo fundamento? Para saber mais, não deixe de conferir!

Opinião de dentistas sobre o documentário “Root Cause

Nos EUA, organizações como a Associação Americana Dental, Associação de Endodontistas e Associação de Pesquisas Dentárias se posicionaram contrariamente à Netflix solicitando a retirada do documentário. Embora o documentário conte com depoimentos de profissionais da odontologia e da saúde, para dentistas do mundo inteiro, as afirmações feitas no filme não possuem evidências científicas. Por este motivo, o documentário estaria na verdade disseminando pânico e desinformação. Além disso, as únicas fontes citadas no documentário são de 1920 e as afirmações feitas durante essa época foram posteriormente descartadas por outras pesquisas mais modernas.

As associações americanas não apenas notificaram a Netflix, como também lançaram uma carta pública aos pacientes se manifestando sobre o conteúdo do documentário.

No Brasil, a Associação Brasileira de Odontologia também se manifestou em uma nota afirmando que as informações veiculadas no documentário não possuem fundamento científico e que a prática da odontologia holística não é reconhecida como uma área da odontologia.

Ficção e realidade

Embora existam afirmações de que Root Cause foi baseado na própria experiência do diretor, Frazer Bailey, em nenhum momento isso fica claro no filme. Por isso, quem assiste ao documentário tem poucos elementos concretos para saber se de fato Root Cause foi baseado em fatos ou apenas se trata de ficção.

Durante o filme, no entanto, especialistas de diversas áreas da saúde apresentam dados que relacionam o câncer de mama ao tratamento endodôntico, uma vez que em 98% dos casos os tumores surgem exatamente no mesmo lado do dente afetado. Outra afirmação diz respeito ao câncer de próstata, já que um estudo também relaciona o surgimento de tumores também no mesmo lado em que pacientes realizaram tratamentos endodônticos.

Segundo o documentário, como mais de 90% dos problemas de saúde se originam na boca, ignorar a ligação entre doenças e tratamentos endodônticos seria no mínimo uma ilusão.

Os números, no entanto, não têm as fontes apontadas no documentário, o que deixa a certeza da informação bastante comprometida.

Outra questão polêmica do documentário diz respeito ao próprio diagnóstico do protagonista, que é feito com base em uma antena que detecta campos de energia.

Tratamento de canal: por que realizar?

Já falamos aqui no blog sobre todos os passos que envolvem um tratamento de canal. Sempre que existe uma inflamação da polpa do dente, esse tipo de tratamento é o mais indicado. Em um tratamento de canal, a polpa do dente é extraída e a cavidade dentária é preenchida com um material específico. Uma das principais vantagens desse tipo de tratamento é a preservação do dente e suas funções na boca. Como a extração é ainda mais dolorida e traumática, manter o dente preenchido é mais vantajoso para o paciente além de ser esteticamente mais interessante.

O tratamento de canal é considerado seguro por dentistas e não existem evidências científicas que relacionem o tratamento a qualquer outro tipo de doença. A infecção da polpa dentária costuma gerar inchaço e dor, por isso, sempre que o paciente percebe esse tipo de incômodo o ideal é buscar o dentista o quanto antes, evitando que o problema se agrave.

Quando se trata de saúde bucal, sempre o melhor a se fazer é prevenir. Por isso, visitas regulares ao dentista e uma boa higiene bucal afastam problemas, dúvidas e até polêmicas que, ao final, podem nem ser verdadeiras. Na dúvida, sempre consulte e confie em bons profissionais.  

Gostou dessas dicas? Veja também se você precisa de um tratamento de canal! Clique aqui e saiba mais!