Infecção dentária é coisa séria! Saiba o que é e como tratar

Talvez você não saiba, mas a nossa boca é naturalmente cheia de bactérias. Temos mais bactérias na boca do que no nosso próprio intestino! Mas, porque isso acontece? Simples! Porque a boca é a principal porta de entrada dos alimentos e, através dela, estamos em contato com o meio externo o tempo todo. Quando colocamos a mão, objetos ou mesmo trocamos saliva através de um beijo, estamos transportando uma série de bactérias para a nossa boca. Porém isso, não é necessariamente ruim, desde que se tenha uma boa higiene bucal…

Através da higiene bucal você não evita uma série de doenças que, quando não tratadas, podem levar à chamada infecção dentária.

A infecção dentária pode surgir por conta de uma cárie ou mesmo uma doença periodontal que não receberam o devido tratamento. Por se tratar de um quadro sério, todo caso de infecção dentária deve ser avaliado e tratado por um dentista o quanto antes! Saiba mais!

Origens da infecção dentária

A infecção dentária pode ter diversas origens. Uma cárie que não foi tratada, ou mesmo a doença periodontal podem evoluir para uma infecção dentária. Por isso, visitar o dentista com frequência é algo tão importante! Muita gente não sabe, mas nem sempre a cárie apresenta sintomas e, da mesma forma, a doença periodontal pode estar evoluindo silenciosamente.

O ideal é visitar o seu dentista a cada três meses, pelo menos, para fazer uma limpeza profunda e uma avaliação precisa da sua saúde bucal.

Cárie

A cárie é causada pela ação da placa bacteriana. Quando não realizamos a higiene bucal correta e consistente, as bactérias vão corroendo o esmalte do dente, atingindo as partes mais profundas. Quando a deterioração atinge a polpa do dente, é necessário fazer o que chamamos de “tratamento de canal”. Caso o paciente não realize o tratamento, o próximo passo é a infecção dentária.

A infecção dentária é o quadro mais grave que o paciente pode atingir. Nela, ocorre uma inflamação do núcleo do dente, afetando os ossos da boca. Em alguns casos, o paciente apresenta o chamado “abcesso dentário”, que é a formação de pus na parte interior do dente. Nesses casos, é preciso drenar, fazer a remoção de todo o pus, limpar o canal e restaurar o dente. Em alguns casos, é preciso remover o dente e realizar um implante.

Doença periodontal

A doença periodontal é a fase mais avançada da gengivite. Quando não realizamos uma boa higiene bucal e não visitamos nosso dentista com frequência para fazer a remoção do tártaro, esse tártaro vai promovendo a retração da gengiva e gerando a irritação da gengiva. Quando não existe o tratamento, o tártaro vai atingindo as camadas mais profundas do dente, gerando então a infecção dentária.

Quando o tártaro atinge as camadas mais profundas do dente, ele age como a cárie, afetando a polpa e os nervos. Por isso, nesse estágio, é comum que o paciente experimente muita dor.

[Quer saber mais sobre a doença periodontal? Clique e confira!]

Dente do siso

Por fim, a infecção dentária também pode ter origem em razão da má higienização dos dentes do siso. Quando esse dente não é removido, a limpeza é muito difícil. Isso se torna um ambiente propício para o surgimento das cáries e da gengivite e, como complicação, o paciente pode ter uma infecção dentária.

Infecção dentária é grave?

A infecção dentária é um caso grave. Isso porque, ela é a porta de entrada de uma série de bactérias para a corrente sanguínea. Se o paciente tiver algum problema de coração, por exemplo, uma infecção dentária pode levar a uma endocardite, que é uma inflamação da membrana que reveste o coração. Da mesma forma, uma infecção dentária também pode piorar o quadro de quem tem uma doença nas articulações, cérebro ou mesmo cicatrizes, podendo agravar sensivelmente o quadro do paciente

Infecção dentária é coisa séria, mas pode ser facilmente evitada se o paciente realizar uma boa higiene bucal e ir frequentemente ao dentista. Além da avaliação, medidas como a limpeza profunda do canal, raspagens e receita de antibióticos só devem ser realizadas/indicadas por um dentista. Por isso, nunca realize a automedicação e saiba que apenas o uso de antibióticos não resolve o problema! É necessário tratar o dente e eliminar a infecção de forma mecânica.

Você já sabia o que era a infecção dentária? Quer evitar problemas bucais através de uma higiene bucal completa? Saiba como fazê-la! Clique aqui e saiba mais!