Implante dentário e aparelho ortodôntico: é possível ter os dois?

“É possível usar aparelho ortodôntico quando se tem um implante?”. Essa é uma pergunta que, vira e mexe, aparece nos consultórios odontológicos. Embora implante dentário e aparelho ortodôntico sejam tratamentos com finalidades distintas, não é difícil encontrar pacientes que perderam um dente e também possuem problemas bucais que só poderão ser resolvidos com o uso do aparelho.

Como o implante dentário é fixado no osso, ele acaba se tornando imóvel. E aí surge a questão: um aparelho ortodôntico pode movimentar os demais dentes e solucionar o problema do paciente?

Se você quer saber a resposta e mais algumas coisas que não te contaram sobre o implante dentário e aparelho ortodôntico, vale a pena conferir!

Implante dentário: como funciona?

A perda de um dente pode ocorrer por diversos motivos. Uma queda, problemas na gengiva ou mesmo uma cárie que não foi tratada. Independentemente do motivo, sempre que a perda ocorre, o paciente deve buscar um dentista o quanto antes.

Além do prejuízo estético, a falta de um dente pode causar a movimentação dos demais, gerando o desalinhamento e comprometendo a mordida. A colocação de um implante impede que essas movimentações ocorram. Um implante dentário nada mais é do que um pequeno cilindro de titânio que é fixado no tecido ósseo. Esse cilindro funciona como uma espécie de raiz artificial, onde será colocada a prótese do dente que pode ser fixa ou móvel.

Ainda que a prótese sirva como um dente substituto, ela se difere bastante de um dente natural. O implante, depois de realizado, é reabsorvido pelo tecido ósseo tornando-se imóvel. Um dente natural, no entanto, fica apenas encaixado na arcada e fixo apenas pelas chamadas fibras periodontais. São essas fibras que seguram o dente na arcada e elas explicam o porquê, diante de uma doença periodontal grave por exemplo, os dentes podem ficar moles.

Isso ocorre porque no processo de inflamação de uma doença periodontal as fibras se afrouxam, fazendo com que os dentes amoleçam.

Aparelho ortodôntico: como funciona?

O aparelho ortodôntico, por sua vez, é indicado para diferentes tipos de problemas bucais. O tratamento resolve desde questões estéticas, até problemas com a mordida e possui diferentes tipos.

A lógica do tratamento é bastante simples. Através da tração feita pelo aparelho, os dentes vão se movimentando pouco a pouco, até que o problema estético ou mecânico do paciente seja corrigido.

Tanto o aparelho fixo quanto o aparelho móvel trabalham dentro desse mesmo princípio: a tração. Porém, dependendo do quadro do paciente, um tipo de aparelho pode ser mais indicado do que o outro.

[Veja também quais são os riscos de um implante dentário]

Implante dentário e aparelho ortodôntico: é possível ter os dois?

Agora que você já sabe como funciona o implante dentário e aparelho ortodôntico, a grande pergunta é: mas é possível usar os dois? A resposta, de forma genérica, é sim. Ter um implante não impede que o paciente faça um tratamento com aparelho ortodôntico. No entanto, dependendo do tipo de movimentação, o implante pode inviabilizar o tratamento.

Sempre que existe a perda de um dente e a necessidade de corrigir algum problema bucal, o dentista deve priorizar colocar o aparelho primeiro e fazer o implante depois. Caso o paciente já tenha o implante, é preciso analisar o caso concreto e avaliar se as movimentações podem ocorrer, independentemente do implante.

De toda forma, é importante ter em mente que aparelho ortodôntico e implante dentário não são coisas que se excluem. O ideal é buscar um dentista da sua confiança que possa analisar o seu caso e oferecer a melhor solução.  

Gostou dessas dicas? Agora que você já sabe mais sobre implante dentário e aparelho ortodôntico, descubra também quanto custa um implante dentário? Clique aqui e saiba mais!

Consulte a disponibilidade na sua cidade