sorriso gengival ebookTer um sorriso bonito é mais do que uma questão de saúde. Faz bem para a autoestima! Por isso, a cada dia, novas técnicas e tratamentos proporcionam soluções para problemas de origem estética, como é o caso do sorriso gengival. Embora esse tipo de má formação não afete a saúde bucal, muitos se incomodam com o desconforto estético causado pela exposição excessiva da gengiva superior ao sorrir.
Existem diversos parâmetros para medir se a quantidade de gengiva exposta pode ou não comprometer esteticamente o sorriso. Para muitos especialistas, a exposição acima de quatro milímetros já pode ser considerada como um fator para tratamento. No entanto, o incômodo do paciente acaba sendo o principal aspecto que leva ao tratamento.
Para você que se sente inseguro ou mesmo desconfortável com o sorriso gengival, buscamos esclarecer as principais causas, tratamentos e procedimentos para a correção desse problema. Para sorrir tranquilo, vale a pena conferir o post da DentalPrev!

Causas

sorriso gengival pode ser causado por diversos fatores, tanto intra quanto extra-orais. Em boa parte dos casos, o problema é causado pelo crescimento vertical excessivo da face. No entanto, lábios curtos, hereditariedade, gengivite e até a musculatura facial deficiente podem contribuir para acentuar o problema.

Tratamentos

Os tratamentos em geral são rápidos e contam com técnicas que visam aumentar a exposição dos dentes e, consequentemente, diminuir a gengiva à mostra.
Para os casos considerados de grau acentuado, onde 60% a 70% da gengiva fica exposta, é recomendado uma cirurgia simples, denominada de gengivectomia, onde o excesso de gengiva que contorna os dentes é removido. Esse procedimento, embora cirúrgico, não envolve pontos e o paciente pode voltar rapidamente às suas atividades cotidianas.
A cirurgia ortognática é outra técnica utilizada para a correção do sorriso gengival e permite remodelar os ossos do maxilar e recontornar os dentes com resinas e próteses estéticas.
Para casos mais simples, a plástica de gengiva e até a aplicação de toxina botulínica (botox) é recomendável. O botox, porém, embora seja um ótimo tratamento para o sorriso gengival, tem uma duração curta de 3 a 6 meses.
Os tratamentos para o sorriso gengival embora simples, demandam técnica e precisão por parte do dentista, em especial nos casos cirúrgicos que visam recontornar os dentes. Por isso, o ideal é contar com um cirurgião que tenha habilidade e experiência com esse tipo de problema e possa garantir a maior naturalidade do sorriso.

Procedimentos

Antes de realizar o tratamento, exames de rotina como radiografia e exame de sangue são pedidos ao paciente. Antes de iniciar o tratamento propriamente, é comum realizar uma limpeza do local e raspagem da gengiva.
Para contribuir com o processo de cicatrização, uma massa protetora é colocada para não prejudicar a alimentação e amenizar a dor.
Você quer ter um sorriso mais bonito e corrigir imperfeições como o sorriso gengival? Então que tal conhecer os planos da DentalPrev? Tratamentos acessíveis com profissionais de qualidade. Vale a pena conferir!