Dentes caírem é normal?

Somente os dentes de leite, também chamados de decíduos, devem cair. Isso acontece por volta dos 5 ou 6 anos da criança e, nessa fase, é comum haver a troca de dentição. Porém, os dentes permanentes devem durar a vida toda. Para que os dentes permanentes não caiam, uma boa higiene bucal é fundamental. Dentes saudáveis nos acompanham até a terceira idade, auxiliando nas funções da fala, mastigação e deglutição. Pra saber mais porque os dentes caem e como evitar que isso aconteça, não deixe de conferir! Por que os dentes caem? O principal motivo que leva os dentes a caírem é a falta de higiene bucal. Problemas como as cáries e a doença periodontal, que podem ter a queda dos dentes como consequência, são evitadas com uma boa higiene bucal. As visitas periódicas ao dentista também são importantes. Afinal, somente um profissional pode identificar o problema em seu estágio

Quais são os tratamentos que todo plano odontológico deve cobrir?

Muita gente acredita que o torna um plano odontológico mais atrativo do que o outro é a cobertura oferecida. Essa ideia não é de todo equivocada. Porém, o que muita gente não sabe é que todo plano conta com alguns tratamentos odontológicos obrigatórios. A Agência Nacional de Saúde (ANS) possui uma lista contendo o rol mínimo de tratamentos que um plano odontológico deve atender. E, para saber quais são esses tratamentos, não deixe de conferir! Tratamentos que todo plano odontológico deve cobrir Como explicamos, a ANS dispõe de uma lista de todos os tratamentos que devem ser cobertos minimamente por qualquer plano odontológico. Abaixo, vamos listar alguns. Procedimentos de diagnóstico Todo plano odontológico deve cobrir tanto a consulta inicial quanto o exame histopatológico. A consulta inicial é o primeiro contato do paciente com o dentista. Nela, o dentista vai conversar com o paciente, examiná-lo, identificar seu problema e fazer um

Novembro azul: o que é e como participar?

Segundo as estatísticas do Instituto Nacional do Câncer (INCA), entre 2018 e 2019 cerca de 68.220 novos casos de câncer de próstata devem ser diagnosticados. Este tipo de câncer é comum entre homens e representa a segunda maior causa de morte. Embora os números sejam um alerta, muitos evitam de fazer os exames, que costumam ser alvo de piadas e preconceito. Para mudar aquele papo de que “exame de toque não é coisa de macho”, surgiu o Novembro Azul. Este é um movimento dedicado a conscientizar os homens sobre a importância de cuidar da própria saúde e também prevenir este tipo de câncer. A Dental Prev acredita que a saúde deve ser tratada de forma integral e não se restringir apenas à saúde bucal. Para dar aquela forcinha para os homens, preparamos um post exclusivo para você entender o que é o Novembro Azul e como participar! Para saber mais,

Escova de dentes elétrica: vale a pena?

Escovar os dentes de forma correta é a base para ter um sorriso saudável. A escolha da escova adequada faz toda a diferença e pode evitar problemas sérios como a retração gengival. Na hora de escolher o melhor modelo, no entanto, é comum ter dúvidas! Afinal, o que não faltam são tipos diferentes. A escova elétrica é conhecida por ser mais cara do que os modelos convencionais. Porém, será que a escova de dentes elétrica vale a pena? Para saber se vale ou não o investimento, não deixe de conferir! Escova de dentes elétrica X escova manual Segundo um levantamento realizado pela Associação Dental Americana  tanto a escova manual quanto a escova de dentes elétrica são eficazes na remoção da placa bacteriana. Porém, cada uma delas conta com vantagens e desvantagens próprias que podem representar mais benefícios dependendo de quem usa. Vantagens da escova de dentes elétrica A escova de