A tecnologia está cada vez mais presente no dia a dia de pessoas e empresas. Além da revolução provocada no cotidiano, ela também vem modificando a forma de operar de diferentes setores. Com a área de Recursos Humanos isso não é diferente. E, diante dessa evolução, surgiu o conceito de RH 4.0.

Para quem nunca ouviu, RH 4.0 é um conceito. Ele resume um RH que usa novas tecnologias para ser mais estratégico na retenção de talentos e aumento da produtividade.

Hoje, o RH tem um papel importante no crescimento de qualquer empresa. Especialmente porque pessoas passaram a ser o maior ativo de qualquer companhia.

Para saber o que é o RH 4.0 e como esse conceito funciona na prática, não deixe de conferir.

Entenda o significado de RH 4.0

O conceito de RH 4.0 foi inspirado na chamada “Quarta Revolução Industrial”, uma ideia criada por Klaus Schwab, presidente do Fórum Econômico Mundial. Segundo Schwab, a quarta revolução industrial é um momento marcado pelo desenvolvimento da tecnologia que acelera as transformações.

Internet, redes sociais, inteligência artificial e automação são alguns exemplos das grandes mudanças que afetaram do mercado de trabalho.

Nesse cenário, o RH também passa por alterações, principalmente por conta das novas ferramentas tecnológicas e do surgimento de novos valores. Com a tecnologia, diversas funções tradicionais do RH foram automatizadas. Além disso, as empresas passaram a valorizar mais a gestão de pessoas. Afinal os colaboradores passaram a ser encarados como um ativo para a maioria das empresas.

O RH 4.0 nada mais é do que um setor estratégico dentro da empresa. Suas funções de suporte foram automatizadas para que questões mais relevantes passassem para a sua responsabilidade.

Conheça as tendências desse conceito

Agora que você entendeu o significado de RH 4.0, vale a pena conhecer alguns princípios que dão suporte à prática deste setor.

1.      “Be digital, not just do digital”

Não adianta “brigar” com o desenvolvimento. Isso significa entrar em uma batalha já perdida. Para otimizar resultados e poupar recursos, as empresas precisam ser tecnológicas como um todo. Isso significa não apenas incorporar ferramentas digitais no seu dia a dia, mas ser digital como um todo. Essa regra, naturalmente, também vale para o RH.

Uma pesquisa “Tendências Globais de Capital Humano 2018”, elaborada pela Deloitte, mostrou justamente este movimento dentro do RH das empresas. O relatório feito com empresários de 124 países, mostra que 56% das empresas estão adaptando o RH às ferramentas mobiles e digitais.

2.      Compreender o profissional do futuro

Se antes a maior parte dos funcionários tinham como meta se aposentar na empresa sempre trabalharam, agora eles querem mais. Os profissionais do futuro desejam não só benefícios coorporativos como também uma jornada mais flexível e fazer parte de uma companhia com bons valores.

Por esse motivo, o RH deve estar atento quanto a isso. Especialmente na hora reter os talentos e atrair novos colaboradores. Um RH que não compreende as necessidades desse novo profissional, certamente sofrerá com as altas taxas de rotatividade.

3.      Focar em uma gestão inovadora

As empresas precisam se destacar não apenas por seus produtos ou serviços, mas também pela forma como se relacionam.

O RH são os intermediadores das relações corporativas. Assim, o setor deve ter uma gestão ativa na hora de lidar com conflitos e propor ideias, além de ter foco no desenvolvimento de soluções inovadoras.

Diferenças entre RH 4.0 e o tradicional

Por muitos anos o RH ficou conhecido como um departamento burocrático, cujas funções se restringiam à cuidar da folha de pagamento, dos pedidos de solicitação de férias e liberação do vale-refeição.

Porém, com o tempo, as empresas passaram a ter outras necessidades. Hoje, por conta das perdas causadas pelas altas taxas de rotatividade, é preciso que o RH saiba selecionar muito bem o time de funcionários, além de mantê-los motivados e fieis à empresa.

O conceito de RH 4.0 ganha força justamente porque proporciona soluções para esses e outros demais desafios. Como a tecnologia permite automatizar as funções burocráticas do RH, o setor assume um papel mais estratégico, tanto para a conquista dos objetivos da companhia quanto para a gestão de pessoas.

Gostou do artigo? Então, não deixe de conferir como escolher o plano odontológico para sua empresa.