Para que todos tenham um sorriso mais bonito, o mercado oferece tratamentos acessíveis, sem prejuízo da qualidade. Nos últimos anos, cresce o número de tratamentos que não prejudicam o bolso. Isso porque, com a alta demanda e o surgimento de novos materiais, o preço de um aparelho ortodôntico já pode ser considerado bastante viável. Mas afinal, quanto custa um aparelho ortodôntico?

Antes de dar início ao tratamento, no entanto, é preciso avaliar não apenas o custo do aparelho em si, mas o profissional a ser contratado e as medidas a serem realizadas pelo ortodontista.

aparelho ortodontiaFases e valores do tratamento ortodôntico

Quem inicia um tratamento ortodôntico com a colocação de um aparelho deve ter em mente as seguintes fases e seus respectivos valores:

Consulta inicial: é durante essa consulta que o dentista irá fazer uma avaliação completa posicionando o paciente acerca da necessidade de se usar o aparelho, bem como, o tipo indicado e os valores do tratamento.  A consulta geral, por apenas apresentar um diagnóstico, não costuma ser cobrada.

Para uma prevenção completa da sua saúde bucal, saiba também quando devemos ir ao dentista no post “Com que frequência devo visitar o dentista?.

Documentação ortodôntica: o paciente deve estar ciente que a colocação de um aparelho ortodôntico envolve diversos exames complementares que, em geral, são solicitados pelo dentista e são feitos em clínicas radiológicas. Esse tipo de exame auxilia o dentista no diagnóstico e no planejamento para o tratamento. Em termos de valores, os exames costumam custar, em média, R$ 300,00.

Aparelho ortodôntico: existem vários tipos de aparelhos ortodônticos que são adotados conforme a necessidade do paciente. Dentre eles, vale citar o aparelho ortodôntico convencional, mini, estético e autoligado. O preço de um aparelho varia muito conforme o tipo. Apenas como referência, um aparelho fixo convencional (fixo metálico) custa na faixa de R$ 500,00 a R$ 1000,00. Já para o fixo estético (brackets transparentes), o preço deve variar entre R$ 1000,00 a R$ 2500,00.

Aparelhos móveis auxiliares: dependendo do tipo de tratamento será necessária a adoção de aparelhos móveis complementares. São, por exemplo, aparelhos que servem para abrir a arcada para a colocação do aparelho fixo. Esse tipo de aparelho possui um custo bastante variável e não é necessário para todos os casos.

Manutenções mensais: durante o tratamento é necessário que o paciente visite periodicamente o dentista para que sejam feitos ajustes e para que o profissional possa fazer a avaliação e realizar a condução do tratamento da melhor forma possível. A manutenção mensal tem um valor que poderá variar entre R$ 100,00 a R$ 250,00, dependendo do tipo de aparelho.

Aparelhos de contenção: após a retirada de aparelhos fixos, em especial, o paciente ainda deve passar por um período de observação, utilizando um aparelho de contenção até que o correto posicionamento dos dentes se estabeleça. O aparelho de contenção custa, em média, R$ 750,00.

CTA Orcamento ortodontia

Um plano odontológico pode deixar este tratamento ortodôntico mais econômico

Mesmo com valores mais acessíveis, economizar sempre é uma boa alternativa. Por isso, para quem busca tratamentos mais em conta, contar com um plano odontológico pode ser a solução. Com o Dentalprev, a cobertura do tratamento é total, englobando todos os custos. O paciente apenas investe em uma mensalidade durante o período de tratamento que cobre todas as fases (consulta inicial, documentação, aparelho, colocação, manutenções, remoção do aparelho e contenção). Só não cobre a documentação final, pois só é necessária em raros casos.

Além de uma alternativa econômica, o Dentalprev conta com profissionais especializados e com experiência na área da ortodontia.

 

Clique aqui, faça um orçamento e confira as vantagens de ter um Plano Odontológico Dentalprev!