Escassez de saliva? Preste atenção na eliminação da placa!

Sabe aquela sensação de boca seca? Ela é provocada quando as glândulas salivares produzem pouco ou nenhuma saliva. Também conhecida como xerostomia, a escassez de saliva merece atenção. Isso porque, a saliva ajuda na eliminação da placa e também na proteção dos dentes contra as cáries.

Para saber mais porque a escassez de saliva surge e o que fazer para proteger seus dentes, não deixe de conferir!

A importância da saliva

Normalmente, uma pessoa produz diariamente cerca de 1 litro de saliva. A saliva contém sais minerais, aminoácidos e enzimas que ajudam na digestão dos alimentos, além de controlar a proliferação de bactérias.

Embora a saliva não substitua a higiene bucal diária, ela tem um papel importante na eliminação da placa bacteriana, auxiliando na proteção dos dentes contra as cáries.

Quando uma pessoa não produz saliva suficiente, ela acaba tendo dificuldades de engolir, os lábios ficam secos e rachados e é comum sentir uma sensação de dor e ardência na língua. A falta de saliva também faz com que as cáries apareçam, além de causar o mau hálito.

[Para evitar cáries e o mau hálito uma higiene bucal completa é essencial. Mas, você sabe como higienizar corretamente os seus dentes? Confira nossas dicas!]

Causas da xerostomia

A xerostomia, ou escassez de saliva, pode ter várias causas. Doenças como a diabetes mellitus ou a síndrome de Sjögren, uma doença autoimune caracterizada por secar os olhos e a boca, podem causar o problema. Além disso, o uso de medicamentos como antidepressivos, antialérgicos, diuréticos e anti-hipertensivos podem causar o problema. A realização de radioterapia, o estresse e principalmente o envelhecimento também são causas da xerostomia. Na população idosa, é possível identificar o problema com mais frequência.

Diagnóstico e tratamento

Para fechar o diagnóstico, o médico pode avaliar os sinais clínicos, bem como, fazer um exame simples que identifica a quantidade de saliva que está sendo produzida pelo paciente. Não existe um tratamento específico para a escassez de saliva. Em geral, a doença ou o problema que causa a xerostomia é o que é tratado. Porém, quem sofre com a escassez de saliva deve tomar alguns cuidados como beber pelo menos dois litros de água por dia, evitar o consumo de bebidas alcóolicas e alimentos açucarados, além de não fumar. A higiene bucal também é um ponto importante, que merece atenção especial de quem tem escassez de saliva.

Higiene bucal e escassez de saliva

A saliva, como explicamos, tem um papel importante na hora de inibir a proliferação de bactérias na boca. Como ela minimiza a ação da placa bacteriana, ela também acaba protegendo os dentes das cáries.

Quem tem xerostomia deve cuidar da higiene bucal com bastante atenção; Escovar os dentes pelo menos três vezes ao dia e usar regulamente o fio dental é essencial. O enxaguante bucal também pode ser um aliado, especialmente com relação ao mau hálito que é causado pela escassez de saliva.

Uma boa higiene bucal é a base para evitar uma série de problemas. Para quem tem escassez de saliva ela é ainda mais relevante! Portanto, é essencial não descuidar!

Gostou dessas dicas? Confira também o que é a afta e como tratar esse problema! Clique aqui e saiba mais!