Perder um dente, ou ainda, notar que um dente está enfraquecido pode ser motivo de preocupação para muita gente. No entanto, esse tipo de problema é bem comum nos consultórios odontológicos e podem ser resolvidos com a colocação de uma coroa do dente.

Para quem não conhece, a coroa do dente é uma espécie de prótese fixa, que serve tanto para cobrir completamente, como somente uma parte da coroa do dente danificada. Além de melhorar a aparência do sorriso, a coroa do dente confere maior resistência ao dente danificado e melhor o alinhamento e o formato dos dentes na arcada.

Para saber mais sobre o que é a coroa do dente, tipos e casos onde ela é indicada, vale a pena conferir!

Quando preciso de uma coroa do dente?

A colocação da coroa do dente é sempre determinada pelo dentista. Ele é o profissional capacitado e habilitado para sugerir esse tipo de tratamento.

Em geral, a coroa do dente é recomendada quando o paciente quebra um dente, tem um desgaste significativo do dente que compromete sua estrutura, quando uma cárie danificou totalmente a estrutura do dente, entre outras situações.

Preciso de uma coroa do dente, e agora?

Caso seu dentista recomende a colocação de uma coroa, vale a pena conversar com ele sobre o procedimento com antecedência.

As coroas do dente podem ser de cerâmica, metal e porcelana, ligas de ouro e ligas de metais básicos. Cada material pode ser mais indicado para determinados casos, por isso é interessante conversar com um dentista da sua confiança.

Tipos de coroa do dente

Como explicamos, existem diferentes tipos de coroas do dente que podem ser mais ou menos indicadas, dependendo do caso.

As coroas de cerâmica costumam ser as mais utilizadas atualmente, pois a prótese acaba se assemelhando muito ao aspecto natural dos dentes, além de apresentar uma boa resistência. Ela apenas deve ser usada com cautela para pacientes com bruxismo ou problemas na mordida.

As coroas de metal e porcelana são indicadas onde existe a necessidade de maior resistência do implante, referente a fixação. São recomendadas para os casos onde houve perda total do dente.

As coroas feitas de liga de metal e liga de ouro também são bastante resistentes. Como esse material é inerte, não existe a possibilidade de reações de rejeição do próprio corpo. Elas também são bastante resistentes e não correm o risco de fraturas, como é o caso da cerâmica. Porém, elas têm como desvantagem o aspecto estético. Por isso, acabam sendo utilizadas mais nos dentes do fundo da boca.

A recomendação do uso da coroa do dente e a colocação devem ser feitas por um dentista especializado. Escolher o profissional certo, significa também melhores resultados.