tipos de prótese dentáriaA perda de um ou mais dentes, além de desagradável, pode prejudicar a mastigação, a fonética e a estética do paciente. A ausência dos dentes também pode acarretar na movimentação dos dentes remanescentes e na reabsorção óssea, entre outros problemas.

Para esses casos, é necessária a adoção de próteses dentárias, uma solução bastante comum. Porém, as pessoas ainda têm muitas dúvidas, em especial, na hora de escolher sobre os tipos de próteses e sobre quais as vantagens e desvantagens que cada uma proporciona.

Conheça também os 4 mitos sobre as próteses dentárias

Se este é o seu caso, separamos um post especial para esclarecer quais os tipos, benefícios e inconvenientes causados por cada prótese e o grau de conforto e segurança que cada uma oferece. Vamos a elas?

Tipos de próteses

São dois os tipos de prótese dentária: a prótese removível e a prótese fixa. No caso da removível, o paciente conta com a vantagem de retirar a prótese para a higienização e para dormir, por exemplo. Já no caso da prótese fixa, uma estrutura é parafusada ou encaixada em implantes e dentes naturais. Esses dois tipos de prótese podem ser parciais ou totais, ou seja, podem cobrir todos ou apenas os dentes faltantes.

Prótese total removível

A prótese total, mais conhecida como “dentadura” é aquela utilizada para os casos em que o paciente perdeu todos ou a maior parte de seus dentes. Nestes casos, é confeccionada uma estrutura móvel em que os dentes são substituídos por dentes de acrílico, conforme o formato, a cor e o tamanho dos dentes naturais do paciente.

Para que a prótese total seja a estrutura perfeita, é preciso que o profissional conte com habilidade na hora de confeccionar, tenha técnica e conheça as condições dos rebordos remanescentes.

Em matéria de benefícios, esse tipo de prótese costuma ser de fácil instalação, porém muitos se sentem inseguros com a possibilidade de cair ou mesmo perder a prótese. No quesito higienização, esse tipo de prótese também demanda cuidados especiais.

Prótese parcial removível (PPR Roach)

Quando o paciente conta com um bom número de dentes remanescentes, recomenda-se a adoção de uma prótese parcial removível. Neste tipo de prótese não é necessário a extração ou o desgaste dos dentes remanescentes, além de contar com uma fácil manutenção. Sua instalação é feita a base de conectores, grampos e selas que garantem a segurança fazendo com que a prótese não caia com a movimentação natural da boca.

De acordo com uma classificação dos dentes remanescentes, a prótese terá um determinado desenho. Em geral, esse tipo de prótese é confeccionado com ligas de cobalto e cromo.

Prótese fixa

Popularmente conhecida como “coroa” ou “ponte”, esse tipo de prótese pode ser unitária quando um dente, por exemplo, é destruído pelo agravamento de uma cárie. Nos casos, onde a coroa do dente é inutilizada, o dentista deve realizar o tratamento de canal para depois cimentar a prótese unitária. Nos casos onde o dente já passou por diversas restaurações, não é necessário o tratamento de canal, apenas o desgaste do dente para que seja feita uma coroa nova com um material cerâmico.

Nos casos onde a prótese fixa é parcial, os dentes remanescentes são utilizados como pilares para a colocação da prótese.

Prótese flexível

Esse tipo de prótese surgiu como uma alternativa às tradicionais próteses removíveis. Com uma resina flexível, não existe mais a necessidade de grampos e estruturas necessárias às próteses tradicionais. Em geral, esse tipo de prótese é recomendada para pacientes idosos, para fazerem o papel de uma prótese provisória em casos de reabilitação.

Porém uma avaliação criteriosa do cirurgião dentista deve ser feita antes de se definir qual prótese deve ser adotada.

Implante retentor da prótese fixa

Os implantes dentários são aqueles instalados diretamente sobre o osso maxilar para então receber a prótese. Eles funcionam como um substituto das raízes naturais dos dentes, fazendo o papel de retentores da prótese. Implantes são recomendados para os casos em que não é possível a utilização da prótese removível ou que ela se torna muito incomoda para o paciente.

Os implantes dentários podem ser feitos de cerâmica ou acrílico, o que confere aos dentes artificiais um aspecto muito parecido com os dentes naturais. A desvantagem desse tipo de prótese é a higienização. Embora seja elas se pareçam bastante com os dentes naturais, o processo de limpeza não é tão simples quanto o da prótese removível. Por isso, nesses casos, o paciente deve visitar regularmente o seu dentista para fazer a limpeza.

A vantagem é que, como a prótese fica fixa, muitos pacientes se sentem mais seguros e confiantes com ela.

Tem mais dúvidas sobre os tipos de prótese? Então deixe seus comentários abaixo para que possamos entrar em contato. A Dentalprev oferece tratamentos acessíveis para todos os tipos de orçamento contribuindo para um sorriso mais bonito e sem prejudicar seu bolso.