restauração dental de resinaA restauração dental é uma técnica utilizada para recuperar a forma e a função dos dentes. Toda vez que é necessária uma remoção parcial do dente, ele sofre uma fratura. O dentista pode utilizar diversas técnicas de restauração com o objetivo de recuperar o dente quebrado ou deteriorado.

Especificamente no caso das cáries, a restauração é o procedimento final do tratamento e tem como função preencher a cavidade deteriorada do dente, evitando assim a ação recorrente das bactérias.

A cavidade do dente pode ser preenchida com diferentes tipos de materiais, que vão desde ligas metálicas até porcelana e resina. No post de hoje, vamos tratar especificamente da restauração em resina, apresentando suas vantagens e desvantagens. Quer saber mais? Então continue acompanhando este post.

A restauração em resina

Quando comparada aos outros materiais, a resina apresenta uma grande vantagem estética. Isso porque ela é o único material que confere um resultado bastante natural, já que o profissional pode adequar sua coloração e tonalidade exatamente iguais a do dente original.

Esse tipo de resina, no entanto, não é recomendável no caso de restaurações muito grandes, já que podem lascar ou desgastar com o tempo.

Não se esqueça, a recomendação de um especialista é essencial para um bom tratamento não só corretivo, mas também preventivo. Acesse nosso post e saiba mais sobre a Profilaxia: a limpeza dentária profissional.

Cuidados especiais

A restauração de resina também demanda cuidados para que a coloração do dente se mantenha como original e a restauração seja imperceptível a olho nu.

O primeiro cuidado diz respeito à ingestão de alimentos com corantes, que podem promover manchas na própria resina. Por isso, quem tem o dente restaurado com esse tipo de material deve evitar café, vinho, alimentos com corantes industrializados, temperos colorantes como o curry e também o cigarro.

Além disso, a escovação deve ser feita com uma escova de cerdas macias e nada de usar bochechos antissépticos à base de álcool, já que o álcool pode comprometer a qualidade da resina.

Mudança de hábitos

Para conservar a resina por mais tempo, também é necessário que o paciente faça uma mudança em seus hábitos. Se o paciente rói unha, mastiga alimentos duros com frequência e usa cachimbo, todos esses hábitos precisarão ser mudados, já que a pressão adicional na resina pode lascá-la ou até fazer com que solte da boca.

Além destes, Conheça os 10 hábitos aparentemente inofensivos que prejudicam a sua saúde bucal.

Se o paciente cuidar da restauração, escovando os dentes periodicamente e evitando alimentos com corantes, a restauração pode durar por longos períodos de tempo. Por fim, para alguns pacientes, há um pequeno período de adaptação até que se acostume com o dente restaurado.

Como já explicamos aqui no blog, principalmente para os casos onde a restauração será necessária como parte de um tratamento de cárie, é melhor promover o tratamento da maneira mais breve possível evitando complicações no quadro. Com a evolução da cárie, a própria polpa do dente pode ser afetada, fazendo com que o paciente precise não apenas da restauração, mas também de um tratamento de canal.

Esta precisando restaurar os dentes? Então deixe aqui suas principais dúvidas sobre restauração. Ligue e confira já os planos da DentalPrev, que conta com diversas soluções para quem precisa desse tipo de tratamento, além de oferecer uma rede completa de profissionais capacitados.