O sorriso é o seu verdadeiro cartão de visitas. Por isso, cuidar não apenas da higiene bucal, mas também da estética é um ótimo investimento para a sua autoestima e bem estar. Hoje um dos tratamentos estéticos mais procurados nos consultórios é o de clarear dentes e muitos pacientes têm dúvidas sobre os resultados desse tipo de tratamento e se o custo benefício é realmente compensador.

Já tratamos um pouco no blog sobre o que é preciso saber sobre o clareamento nesse post e quais os custos do tratamento nesse post. Hoje vamos tratar sobre os resultados desse tipo de tratamento.

Antes de falar dos resultados e valores do clareamento, é preciso destacar que não existe uma resposta única e objetiva, pois cada paciente conta com características próprias que podem influenciar diretamente nos resultados do tratamento. Portanto, o ideal é sempre fazer uma avaliação por um dentista capacitado que possa verificar o seu quadro e lhe dar um prognóstico preciso.

Quanto custa para clarear os dentes?

É possível encontrar no mercado diversas técnicas de clareamento com preços diferentes. Para você conhecer um pouco mais sobre cada uma delas e seus respectivos valores, recomendamos a leitura desse post aqui.

Um tratamento de clareamento pode custar entre R$ 400,00 a R$ 2.500,00 por sessão e o seu dentista é quem recomendará o melhor tipo de clareamento, considerando os tipos e a intensidade das manchas ou as características que o seu dente apresentar. Vale destacar que não apenas dentes manchados podem se submeter ao clareamento. O escurecimento também é um fator. Desde que exista o incômodo estético o paciente pode optar por uma maneira de clarear os dentes.

Mas, vale mesmo a pena?

Um clareamento pode ter um custo alto. Porém, os resultados, além de positivos para a grande maioria dos caos, são duradouros. Em geral, os efeitos do clareamento podem durar até três anos e, se o paciente for disciplinado mantendo-se longe de alimentos com corantes e cigarros, podem se prolongar por até cinco anos.

O tratamento é feito por meio de um processo químico onde as moléculas de pigmentação são quebradas dentro da estrutura dental. Como se transformam em moléculas menores, existe uma maior reflexão da luz, daí o efeito branqueador.

Quem garante a coloração aos dentes é uma substância denominada dentina, que é amarela, e ela é recoberta pelo esmalte dental, que por sua vez, é translúcido. Quanto mais fino o esmalte é, maior a tendência do dente ser amarelado e a cor do dente não é alterada com o processo de clareamento. O que ocorre é a saturação da cor, ficando mais atenuada. Por isso, é importante que o paciente não crie excessivas expectativas e tire todas as suas dúvidas com o dentista antes de realizar o procedimento.

É importante checar também se você pode fazer o clareamento já que para determinadas pessoas esse tipo de tratamento não é recomendado. Para saber mais sobre o clareamento clique aqui e sobre o clareamento feito em casa, clique aqui.

Você tem dúvidas sobre clareamento? Então não deixe de comentar aqui sobre as suas principais questões. A DentalPrev conta com diversas soluções para quem precisa desse tipo de tratamento, além de oferecer uma rede completa de profissionais super capacitados. Ligue e confira já os planos da DentalPrev!