Veja como Dona Célia economizou R$ 2.450,00 com um plano odontológico

Ter um sorriso bonito e saudável é uma preocupação dos brasileiros. Mas por muitos anos, a saúde bucal foi negligenciada devido aos elevados preços do tratamento e do plano odontológico. A popularização do plano odontológico tem contribuído para a melhoria da saúde bucal, oferecendo muitas vantagens aos seus beneficiários. Primeiramente, o plano odontológico facilita o acesso à prevenção, favorecendo as visitas regulares ao dentista para profilaxia, revisões e orientações sobre higiene bucal. Além disso, permite o tratamento dos problemas dentários logo que apareçam, e a médio e longo prazo diminui a ocorrência de novos problemas. Desde que façam parte do rol mínimo de cobertura, definido pela ANS, ou da cobertura adicional do plano odontológico, os procedimentos não têm limite de utilização, o que significa que o beneficiário pode fazer quantas consultas e quantos tratamentos forem necessários, a qualquer momento, desde que cumprido o período de carência. As mensalidades do plano odontológico

Saiba como escolher o plano odontológico para sua empresa

Na hora de escolher um plano odontológico para sua empresa, é importante avaliar não apenas a cobertura, mas a operadora e as condições do contrato. Os indicadores de produtividade de uma empresa estão diretamente ligados ao bem estar de seus funcionários. Oferecer um plano odontológico assegura bons níveis de satisfação, proporcionando mais comprometimento e envolvimento, além de contribuir para a diminuição de taxas de rotatividade e absenteísmo dentro das organizações. Contar com um plano odontológico para seus funcionários demonstra a preocupação com a qualidade de vida, aumentando assim a motivação interna. Esse tipo de benefício também pode ser um diferencial na hora de atrair e contratar profissionais qualificados para o seu time. Gestores que pensam em contratar um plano odontológico empresarial precisam estar atentos a alguns aspectos que podem fazer a diferença na hora de escolher a cobertura ideal capaz de trazer satisfação aos seus colaboradores e consequentemente à empresa.

Por que um empreendedor deve contratar um plano odontológico?

Contratar um plano odontológico para a sua empresa pode ter muitos benefícios que vão além de proporcionar um sorriso saudável para os seus funcionários e, consequentemente, seu bem estar no trabalho. De maneira geral, os planos odontológicos possibilitam acessibilidade a bons tratamentos, além de favorecerem a prevenção de problemas mais graves. Por meio dos planos, muitas pessoas podem realizar visitas frequentes ao dentista, recebendo assim os cuidados necessários e também evitando problemas futuros com os dentes. Desta forma, os planos odontológicos estão se mostrando um eficiente benefício trabalhista, podendo inclusive serem ampliados para atender as famílias dos funcionários. Atualmente, a Agência Nacional de Saúde (ANS) dispõe de uma regulamentação determinando o rol mínimo a ser contemplado pela cobertura de um plano. Além disso, o próprio plano poderá oferecer uma cobertura adicional. De toda forma, os planos disponibilizam consultas e tratamentos sem limites, desde que seja cumprido o período de carência determinado

Quanto um plano odontológico pode trazer de economia?

Ninguém gosta de sentir dor, muito menos quando ela chega inesperadamente no meio da noite, situação comum quando o assunto é dor de dente. A verdade é que na maioria das vezes esse é um mal que pode ser evitado com a ida regular ao dentista. Porém, o alto custo das consultas, tratamentos e materiais podem tornar essa rotina pesada demais para o orçamento doméstico, a menos que você tenha um plano odontológico. Nesse caso, em vez de gastar, você vai poupar dinheiro. Economia com plano odontológico na ponta do lápis Para quem tem um plano odontológico, a economia no orçamento pode ser notada na ponta do lápis. Basta fazer as contas: um tratamento de canal não sai por menos que R$ 360,00, mas é gratuito se você tem um plano odontológico familiar da Dentalprev, por exemplo, que custa R$ 36,50, e menos ainda se você é servidor público, que