cárie - ebook

Uma dieta açucarada, má higiene bucal e até a pouca ingestão de água estão relacionadas com o aparecimento da cárie. Esse problema que é muito comum e facilmente encontrado na população é o grande vilão de um sorriso bonito e saudável. Por isso, para evitar que a cárie se agrave, evoluindo até para um tratamento de canal, é preciso conhecer as causas, os tratamentos e como evitar seu aparecimento.

O que é a cárie?

Quando não realizamos uma boa escovação e não fazemos uso do fio dental, as bactérias que existem em nossa boca encontram um ambiente favorável para formarem a chamada placa bacteriana. Essa substância pegajosa adere na superfície dos dentes atacando diretamente o esmalte, provocando uma espécie de corrosão desse material. Quando a placa não é removida, a ação das bactérias provoca a dissolução da camada esmaltada gerando pequenos orifícios.

Quando esses orifícios não são limpos e cobertos, as bactérias continuam agindo até atingir a polpa do dente, o que pode gera uma enorme inflamação, demandando um tratamento do canal ou até mesmo a extração dos dentes.

Quais os sintomas?

A cárie conta com os seguintes sintomas: dor de dente, sensibilidade dentária, dor leve ou aguda durante a ingestão dos alimentos, aparecimento de pequenos orifícios, coloração escura e dor durante a mastigação.

No entanto, nem sempre esses sintomas geram incômodos a ponto de serem uma preocupação para o paciente. No início, pode ser que ele sequer sinta dores nos dentes. Por isso, é tão importante a visita ao dentista, pois dependendo do caso somente este profissional é capaz de identificar a cárie e tratá-la.

Quais as causas?

A cárie pode ser causada principalmente por falta de higiêne bucal. Uma escovação inadequada e a não utilização do fio dental levam a formação da placa bacteriana e a consequente deterioração do dente. Porém, esses não são as únicas causas.

A ingestão de alimentos açucarados em excesso, principalmente através das bebidas, também favorece esse tipo de problema.

A pouca ingestão de água também pode prejudicar, já que a água ajuda a regular o pH bucal, melhorando a acidez e impedindo a formação da placa bacteriana.

Por fim, fatores como a idade também podem contribuir para o aparecimento das cáries.

Como fazer a prevenção?

Para prevenir a cárie não existem grandes receitas. A escovação adequada após todas as refeições é fundamental. O uso do fio dental e do flúor também auxilia para que elas não apareçam. Beber água constantemente e evitar alimentos açucarados podem ajudar a evitá-la.

Além disso tem a Profilaxia: a limpeza dentária profissional, um outro aliado importante na prevenção da saúde bucal.

Qual o tratamento?

Com uma broca, o dentista costuma remover todo o material deteriorado e em seguida aplicar uma resina, liga de metais ou porcelana para cobrir o orifício que se formou. A resina e a porcelana costumam ser mais utilizadas por razões estéticas, já que se assemelham mais aos dentes naturais.

Caso a cárie tenha atingido a polpa dos dentes, é necessário promover uma limpeza mais profunda retirando toda a parte interna do dente afetada. Em casos mais graves, pode ser necessária a extração do dente.

Visitar o dentista regularmente e ter bons hábitos de escovação e limpeza garantem muito mais do que um sorriso bonito. Garantem um sorriso saudável e sem cáries! Por isso não deixe de marcar consultas periódicas.

Gostou desse post? Então conte para nós nos comentários o que você faz para evitar a cárie! E saiba: a DentalPrev conta com planos que podem ajudá-lo a conquistar um sorriso bonito e saudável com uma equipe de profissionais altamente qualificados na odontologia.