Hoje em dia o chá é a segunda bebida mais consumida em todo o mundo (ficando atrás apenas da água) e nada menos que 20% desse total é do tipo verde – ou green tea, como é mais conhecido lá fora.

Esse chá é muito utilizado pelos chineses e indianos há pelo menos 4 mil anos, o chá verde sempre esteve associado a propriedades medicinais, tendo sido utilizado para tratar desde males digestivos até problemas de pele.

Mas se antes era somente de uso popular, nos últimos anos inúmeros estudos têm comprovado um a um os principais benefícios do chá verde, sobretudo na manutenção da saúde e da boa forma.

Enumeramos abaixo oito destes benefícios do chá verde que têm comprovação científica, isto é, que já foram alvos de estudo e que de fato podem contribuir no tratamento ou prevenção de diversas condições.

Tipos de chá

Embora sejam todos obtidos a partir da mesma planta – Camellia sinensis – os chás podem ser divididos em preto, verde, branco e oolong, de acordo com a oxidação sofrida pelas folhas.

Enquanto o chá preto passa por mais etapas de processamento (e tempo de oxidação), o chá verde tem oxidação mínima – característica que ajuda a preservar suas substâncias benéficas à saúde.

O chá oolong tem propriedades intermediárias entre o preto e o verde, e o chá branco é produzido com botões que cresceram e não sofreram oxidação (apesar de não ter clorofila, há quem diga que ele seria tão ou até mais poderoso que o chá verde).

Fonte: https://www.mundoboaforma.com.br/8-beneficios-do-cha-verde-comprovados-cientificamente/