Aparelho ortodôntico fixo: Tudo o que você precisa saber

///Aparelho ortodôntico fixo: Tudo o que você precisa saber

Aparelho ortodôntico fixo: Tudo o que você precisa saber

aparelho ortodôntico fixo

Muitos adolescentes sonham em colocar um aparelho ortodôntico fixo. No entanto, esse tipo de tratamento é bastante específico e só recomendado pelos ortodontistas quando é preciso melhorar o alinhamento dos dentes do paciente ou quando ele apresenta problemas relacionados com a oclusão.

Se você quer saber tudo sobre o aparelho fixo, dê uma olhada nesse post que separamos para você, com perguntas que costumam ser comuns entre os pacientes que vão se submeter ao tratamento ou acham que o aparelho será necessário. Então, pronto para saber tudo sobre o aparelho fixo? Então siga na leitura!

Como funciona um aparelho ortodôntico fixo?

O aparelho fixo é uma estrutura que possibilita a movimentação dos dentes através da aplicação da força. Por meio de um arco que fica fixado aos braquetes (pequenas peças coladas aos dentes), o ortodontista vai promovendo o alinhamento e, assim, corrigindo problemas, tanto estéticos quanto funcionais.

Os braquetes são fixados nos dentes com uma resina composta, ou seja, um material específico que não danifica o esmalte, nem tampouco altera a coloração dos dentes.

Os braquetes, por sua vez, servem para sustentar o arco que pode ter mais ou menos força, dependendo do tipo e do calibre. No final da arcada dentária, nos últimos dentes, são colocados anéis de metal, chamados de “banda”, onde toda a estrutura é sustentada e os arcos ficam presos.

Com as ligaduras, ou seja, as “borrachinhas”, o arco fica preso aos braquetes e por meio de acessórios como molas e elásticos, ou mesmo dobras nos arcos, o ortodontista vai ajustando toda a estrutura para que os dentes façam as movimentações necessárias.

Além desse modelo, que é considerado o tradicional aparelho fixo, existe a estrutura do aparelho fixo autoligável onde as estruturas dos braquetes são mais modernas e os arcos adequados a cada fase do tratamento. Além de ser mais fácil de higienizar, esse tipo de aparelho fixo tem a manutenção mais espaçada e o tempo do tratamento costuma ser menor.

Qualquer pessoa pode usar aparelho ortodôntico fixo?

O uso do aparelho ortodôntico fixo é recomendado para adolescentes e adultos que já contam com os dentes permanentes e a estrutura da arcada bem formada. Desde que o paciente não apresente problemas como cáries, gengivite, entre outros, não há qualquer contra indicação para esse tipo de tratamento.

Como é feito o tratamento?

Primeiramente o ortodontista irá pedir algumas radiografias e tirará o molde da boca do paciente. Fotos da face também são necessárias em alguns casos. Essa documentação serve para avaliar com precisão o problema do paciente e definir os pontos que precisam de alinhamento e ajustes.

Dói ou machuca?

Ao apertar ou trocar os arcos, alguns pacientes reclamam de uma pequena dor ou algum desconforto, mas nada extremo. No início do tratamento, até que o paciente se acostume com os braquetes, é comum ferir as bochechas e a mucosa da parte interna da boca. Por isso, no início, é possível adotar uma cera de proteção que ajuda a protegê-las.

É necessário extrair algum dente?

Em alguns casos, onde não existe espaço na arcada para acomodação dos dentes após o alinhamento, é recomendado extrair alguns dentes. Porém, esses casos têm se tornado cada vez mais raros.

O aparelho fixo pode ajudar no aparecimento das cáries ou de manchas nos dentes?

O aparelho ortodôntico fixo dificulta um pouco a higienização. Para passar o fio dental, por exemplo, é necessária uma espécie de agulha. Além disso, é recomendado o uso de uma escova com cerdas macias, que possa alcançar ao máximo por entre os braquetes. Porém, tomando os devidos cuidados e buscando fazer uma boa higienização, dificilmente problemas como cáries podem surgir.

No que se refere às manchas, a montagem do aparelho não envolve qualquer produto que possa alterar a coloração dos dentes, por isso, esse tipo de problema é bastante improvável.

Qual o tempo médio do tratamento?

Depende muito do caso e do paciente. Em média, o tratamento dura dois anos.

Depois de finalizado o tratamento, é preciso usar um aparelho móvel?

Depois que o aparelho ortodôntico fixo é removido, muitas vezes, o paciente deverá usar uma placa de contenção, que serve para conter novas movimentações e manter o alinhamento. Para a arcada superior, a placa costuma ser móvel e na arcada inferior, fixa.

Gostou desse post? Tem mais dúvidas sobre o aparelho ortodôntico fixo? Então não deixe de comentá-las abaixo. A DentalPrev conta com diversas soluções para quem precisa desse tipo de tratamento, além de oferecer uma rede completa de profissionais super capacitados. Ligue e confira já os planos da DentalPrev!

Tratamento natural para gengivite

O acúmulo de tártaro e a ação da placa bacteriana podem causar a inflamação das gengivas. Além de muito incômoda, a inflamação pode resultar em sangramentos e no mau hálito, por isso devemos conhecer o tratamento [...]

By | 18 de julho de 2017|Categories: Tratamento da Gengiva|0 Comentários

O que é invisalign?

Ter um sorriso branco, alinhado e perfeito é o desejo de muita gente. Porém, não é sempre que a colocação de um aparelho fixo é a melhor opção. Para quem trabalha com a própria imagem, [...]

By | 11 de julho de 2017|Categories: Dicas de Saúde Bucal|0 Comentários

Como escolher a melhor clínica odontológica

Cuidar bem do sorriso é um assunto sério e deve ser tratado com cuidado. Buscar um bom profissional é o primeiro passo para garantir uma boa saúde bucal. Por isso, antes mesmo de iniciar qualquer [...]

By | 4 de julho de 2017|Categories: Convênio Odontológico|0 Comentários

O que é uma restauração dentária?

Você já ouviu falar em restauração dentária? Se nunca ouviu, é porque provavelmente você nunca passou pela situação de perder ou mesmo quebrar um dente! Cáries, uma queda mais severa ou mesmo uma batida pode [...]

By | 27 de junho de 2017|Categories: Cirurgias Dentárias|0 Comentários

Benefícios do flúor na odontologia

Você provavelmente já deve ter escutado falar do flúor. Presente em larga escala na natureza, esse mineral natural é encontrado em diversos minerais e também na água tratada e distribuída pelo serviço público. Mas porque [...]

By | 20 de junho de 2017|Categories: Prevenção|0 Comentários

Como prevenir a gengivite?

A gengivite é uma inflamação da gengiva que se caracteriza pelo inchaço, sangramento ao escovar os dentes e também o mau hálito. Parece algo simples, mas se não tratada de forma correta, pode se agravar [...]

By | 30 de maio de 2017|Categories: Tratamento da Gengiva|0 Comentários
By | 31 de março de 2016|Ortodontia|5 Comments

About the Author:

5 Comentários

  1. Edneia Cerqueira 21 de dezembro de 2016 em 13:13- Responder

    Gostei das informações contidas nos texto acima.
    Tenho 30 nos e 3 meses usando o aparelho. Gostaria de saber se havia essa necessidade, sendo que só era para juntar os dentes que eram muito separados? Além de tudo não me dão nenhuma informação de quanto tempo mais restam para remove-lo.

  2. Edneia Cerqueira 21 de dezembro de 2016 em 13:14- Responder

    Me desculpem! São 3 anos e 3 meses!

  3. Larissa 21 de dezembro de 2016 em 14:33- Responder

    Olá sou a larissa e eu seriamente coloquei aparelho no dia 12/12 /2016 doei um pouco mais passou mais tou achando muito estranho porque minha dentista só colocou aparelho em sima e em baixo não colocou e não colocou o anel também é normal?

  4. Larissa 21 de dezembro de 2016 em 14:34- Responder

    Olá sou a larissa e eu coloquei aparelho no dia 12/12 /2016 doeu um pouco mais passou mais tou achando muito estranho porque minha dentista só colocou aparelho em cima e em baixo não colocou e não colocou o anel também é normal?

  5. livia 29 de dezembro de 2016 em 20:57- Responder

    É, tirou minhas dúvidas…. mais vou ter q usar por 2 anos e dói bastante

Deixar Um Comentário