São muitos os fatores que provocam a perda dos dentes: Idade, acidentes ou o agravamento de problemas bucais como as cáries, por exemplo. Independentemente do motivo, a perda dos dentes afeta a mastigação, a fala, e principalmente a segurança e a autoestima do paciente. Por isso, a recolocação dos dentes por meio das próteses é recomendada como um fator de saúde e também de estética.

As próteses dentárias são uma forma artificial de substituir os dentes naturais. Elas podem ser fixas ou removíveis e confeccionadas a partir de diversos materiais como acrílico, cerâmica, resina e partes de metal. O objetivo da prótese é garantir ao paciente conforto e segurança com o aspecto do seu sorriso. Por isso, elas demandam um trabalho minucioso e detalhado por parte do cirurgião dentista.

Além das dúvidas sobre preços, tipos de próteses e o processo de instalação, existem muitos mitos sobre as próteses dentárias. Diante disso, é necessário se informar antes mesmo de buscar o auxilio de um profissional e tratamento. Para quem se decidir pela prótese, separamos alguns esclarecimentos que podem trazer mais tranquilidade e segurança.

prótese dental

1. A instalação da prótese afeta a mastigação e a fala

Muitos pacientes ficam com receio de que a instalação da prótese prejudique a fala ou a mastigação. Dependendo do tipo de prótese, o paciente passará por um processo natural de adaptação. Nas primeiras semanas, é comum que o paciente sinta dificuldade em pronunciar algumas palavras ou ingerir determinados tipos de alimentos. No entanto, essas dificuldades fazem parte do processo de adaptação e irão desaparecer com o passar do tempo.

2. Uma vez colocada, não e necessário trocar a prótese

As próteses dentárias são bastante resistentes, o que não significa que sejam indestrutíveis. Quando comparadas aos dentes naturais, as próteses são até mais sensíveis e demandam tantos ou mais cuidados.

Por isso, para quem utiliza a prótese, a higienização deve ser cuidadosa para que seu aspecto não seja alterado e não prejudique sua adaptação junto a gengiva. É preciso contar com uma rotina de cuidados diários, com produtos adequados para a limpeza da prótese. Para alguns casos, é necessária a troca da prótese quando há o escurecimento ou rachadura nos dentes artificiais, por exemplo.

3. As próteses são feitas a partir de um molde comum

Cada paciente é um caso e cada prótese é feita sob medida e visando sempre a maior proximidade com a naturalidade e do aspecto anterior do sorriso do paciente. Neste sentido, o formato, a coloração e a composição dos dentes são estruturadas de acordo com as próprias referências trazidas pelo paciente. Antes da instalação da prótese, são feitos moldes dos maxilares e da boca para que o cirurgião dentista possa fazer um projeto e a posterior instalação da prótese.

4. No caso de implante, pode-se desenvolver um quadro de rejeição

Quando não é possível realizar a instalação da prótese sob a estrutura dos dentes, é necessário realizar o implante dentário onde uma estrutura metálica é colocada sobre os maxilares e os dentes artificiais são parafusados. Como essa estrutura é feita de titânio, um material inerte que se instala sob o maxilar, não existe a rejeição. A instalação, no entanto, é um processo cirúrgico que demanda cuidados no pós-operatório para amenizar o inchaço e a dor.

Gostou desse post? Quais são suas dúvidas sobre a colocação de próteses dentárias? A Dentalprev conta com planos que podem ajudá-lo a conquistar um sorriso bonito e saudável com uma equipe de profissionais altamente qualificados.