alimentação saudável saúde bucalVocê sabia que fazer algumas mudanças na sua dieta pode trazer enormes benefícios para a sua saúde? Retire alguns alimentos do cardápio, inclua outros e sinta a diferença que uma alimentação saudável pode fazer para o seu organismo! Prestar atenção nas comidas consumidas diariamente é essencial, não apenas para manter a forma, mas para também ter uma boa disposição física e prevenir doenças. Confira algumas sugestões:

12 dicas para ter uma alimentação saudável

1. Inclua alimentos ricos em antioxidantes no cardápio

Você já ouviu falar nos antioxidantes? Estas são substâncias necessárias para que o organismo combata a ação dos radicais livres. Ajudam a prevenir o envelhecimento precoce, o câncer e outras doenças. Sugestões de alimentos ricos em antioxidantes: tomate, laranja, brócolis, uva, morango, espinafre, cereais integrais e frutos do mar.

Veja também nesse post 5 hábitos que te fazem não emagrecer.

2. Aumente o consumo de fibras

Outro exemplo de substância essencial para o bom funcionamento do organismo são as fibras. Elas ajudam a regular as atividades do intestino e também atuam na prevenção de doenças. Você encontra fibras em alimentos como a aveia crua, o feijão, a ervilha, o milho, a batata doce, a abóbora e a alcachofra.

3. Esqueça as comidas congeladas industrializadas

Comer uma pizza de caixinha de vez em quando pode parecer muito prático, mas isso pode refletir negativamente na sua saúde! Comidas congeladas e industrializadas costumam ser recheadas de aditivos, usados para dar sabor ao alimento. Estes aditivos são perigosos para o seu organismo porque podem aumentar a sua pressão arterial e causar retenção de líquidos. Você pode, às vezes, comer comida congelada, desde que avalie muito bem os ingredientes utilizados na fabricação.

4. Aprenda a ler os rótulos dos produtos que compra

Você sabe quais são os ingredientes principais usados na fabricação do seu biscoito favorito? Se não, é hora de começar a prestar atenção nos rótulos dos produtos. Lá, devem ser informados os dados nutricionais dos alimentos: valor energético, proteínas, gorduras e sódio, por exemplo. Na lista de ingredientes, é importante saber que eles estão listados em ordem decrescente. Ou seja, aquele que aparece primeiro é o que está em maior quantidade e o último da lista é o que menos tem no produto.

5. Corte o refrigerante

Você sabia que consumir refrigerante pode aumentar o risco de problemas no coração? De acordo com pesquisadores da universidade de Harvard, tomar uma bebida tão doce por dia pode elevar em 20% o risco de infarto. O refrigerante também pode levar à obesidade e aumentar o risco de osteoporose e de doenças como a diabetes do tipo 2. Além disso, a bebida é uma das responsáveis pelas cáries e por desmineralizar o esmalte dos dentes.

6. Prefira chocolate amargo ou meio amargo

Quase todo mundo aprecia o chocolate, não é mesmo? A boa notícia é que o doce pode fazer parte de uma dieta saudável! O chocolate traz uma série de benefícios para o organismo: provoca bem-estar, melhora o fluxo arterial, alivia dores, previne o câncer e estimula o sistema nervoso central. Mas é importante que o consumo seja moderado e que o produto apresente uma boa intensidade de cacau, substância responsável por todos os benefícios citados.

Uma alimentação saudável não é tudo o que você precisa. Fazer exercícios físicos regularmente (como Jiu Jitsu) também é muito importante para a sua saúde.

 7. Coma peixe, fonte de vitamina D

A vitamina D é essencial para o organismo: aumenta consideravelmente a capacidade de o intestino absorver cálcio e fósforo. Esta vitamina também é importante para que haja fixação de cálcio nas bases ósseas e dentárias. Ou seja, o consumo de alimentos ricos nesta substância, como o peixe, ajuda a manter a saúde da boca, a combater a osteoporose e auxilia na formação da pele, dos cabelos e das unhas.

8. Cuidado com as frituras

Alimentos fritos podem fazer muito mal ao seu organismo: pode levar ao aumento da acroleína, por exemplo, substância cancerígena. Além disso, a sensação de cansaço frequente pode ser resultado de um cardápio rico em comidas fritas, que também contribuem para o aumento da pressão alta. Por isso, o ideal é consumir alimentos cozidos, assados ou grelhados.

9. Enriqueça sua dieta com vitamina C

Você sabia que uma das possíveis causas do sangramento nas gengivas pode ser falta de vitamina C? Além de ser importante para a saúde dos dentes, estas também são vitaminas que aumentam as defesas do organismo, facilitam a absorção de ferro e melhoram a circulação sanguínea. Alguns exemplos de alimentos ricos nesta substância são: a laranja, o morango, o pimentão amarelo cru, o abacaxi, o brócolis e o melão. Para evitar a desmineralização dental, é importante tomar cuidado com o consumo de alimentos mais ácidos, como a laranja. Se for em forma de suco, é indicado o uso de um canudo para evitar o contato direto com os dentes.

10. Opte pela variedade

Alimentação saudável é sinônimo de alimentação equilibrada. Por isso, o ideal é optar por uma dieta com alimentos bem variados, que proporcionem todos os nutrientes e vitaminas necessárias para o bom funcionamento do seu organismo.

11. Beba muita água

Mantenha o seu corpo bem hidratado: isso é essencial para o seu bem-estar. A água é importante para a saúde da pele, para o transporte de vitaminas e para manter a disposição física. Além disso, o flúor, muitas vezes presente na bebida, ajuda na resistência do esmalte dos dentes.

12. Evite distrações durante as refeições

Assistir televisão ou ler uma revista durante as refeições pode parecer mais agradável, mas, dessa forma, você não se concentra no que está comendo. Assim, você acaba perdendo a noção da quantidade e da qualidade dos alimentos consumidos. Além disso, distrações podem fazer com que você coma com mais pressa, o que não faz bem para a digestão.

Cuide da sua alimentação: ela é essencial para uma boa qualidade de vida!